Onde a cabeleira fica à vontade

2

A rua Augusta, em São Paulo, é conhecida por ser o lar das almas mais alternativas da cidade. Frequentada pelos jovens da capital, são os bares, lojas, brechós e restaurantes que compõem o cenário.

Para quem desce no sentido Jardins, o número 2183 chama atenção. O pequeno prédio de tijolos abriga o Berlin Hair, um salão de beleza que cultura e atendimento de qualidade aos clientes.

Apesar do que diz o letreio luminoso na fachada, o ambiente não tenta ser uma réplica da capital alemã. O nome, na verdade, faz referência ao espírito criativo da cidade e daqueles que a habitam.

Berlim já foi palco de diversos conflitos políticos, assistiu à ascensão e queda do nazismo, e viveu dividida por um muro durante 28 anos. Pode parecer duro, mas ela resistiu a tudo e hoje sua cena cultural e artística é uma das mais efervescentes do mundo.

Arte, moda e música são personagens ativos na história da cidade que atrai jovens artistas de todos os continentes. Hoje existem mais de 420 galerias de arte na cidade. Foi esse grande peso artístico que a idealizadora do espaço, Milly Olmos, buscou incorporar no conceito do Berlin Hair.

5

As prateleiras de produtos de cabelo dividem as paredes com trabalhos de jovens artistas brasileiros. As exposições mensais apresentam pinturas e produções fotográficas. A equipe também promove eventos gratuitos de moda e música.

O objetivo é apoiar o trabalho de artistas independentes e trazer um toque de cultura ao ambiente, otimizando a experiência dos consumidores.

Basta entrar pela porta para perceber que esse não é só mais um salão de beleza. A decoração que mistura referências retrô com peças contemporâneas cria um clima alternativo, mas ainda assim aconchegante. Segundo Milly a ideia era deixar todo mundo em casa e fugir do estereótipo branco e clean que a maioria dos salões segue.

“Nós falávamos com os clientes e eles não gostavam daquele clima de salão tradicional, queríamos mudar isso” – explica.

10694432_262289840561903_8710420627819850063_o

Divulgação

Fica claro que tudo foi pensado para oferecer uma atmosfera descontraída e agradável, desde a música que toca, até as bebidas oferecidas aos visitantes, que saem do padrão cafezinho. No Berlin Hair é possível cortar o cabelo enquanto bebe uma cerveja bem gelada.

Muito da personalidade do espaço vem de sua criadora. Nascida na Argentina, Milly Olmos cresceu em uma família onde arte e criatividade eram onipresentes. O espírito artístico transferiu-se para sua vida profissional e consequentemente para seu local de trabalho.

Unindo todas as suas paixões, a portenha criou um espaço onde moda, beleza, música e arte convergem e todo mundo se sente em casa. Quem entra pela porta é recebido pelo seu sotaque hermano e tem garantia de atendimento diferenciado.

1381880_216696615121226_822440947_n (1)

Divulgação

O clima família predomina no atendimento. Para Milly, é importante que os profissionais tenham total liberdade para trabalhar. Os cabelereiros procuram conhecer os clientes, conversar com eles, entender suas peculiaridades e o que eles procuram.

Outro diferencial do Berlin Hair é a especialização em cabelos cacheados. Dona de belos caracóis, Milly levanta a bandeira do cabelo natural e defende os cabelos cacheados.

“Não quero enfiar na cabeça das clientes que elas precisam fazer escova progressiva, temos que assumir a naturalidade” – afirma.

Indo muito além dos serviços de beleza, o Berlin Hair é um espaço de troca conhecimento e, essencialmente, um local de descontração. Seja para mudar o visual, ou simplesmente conferir uma exposição, o prédio de tijolos da Augusta está aberto para quem quiser entrar.

Texto produzido para a YMag – Beautyourself

Luísa Dal Mas

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

Deixe uma resposta