100 anos de história

Uma das coisas que mais me faz amar moda e beleza é a conexão direta que elas tem com a história. Mesmo sem perceber, nós distinguimos diferentes períodos da história do mundo a partir das roupas, dos acessórios ou da maneira como as mulheres arrumavam o cabelo.

O projeto “100 years of beauty”, do canal de YouTube Cut Video, mostra exatamente essa relação entre beleza e história. Com vídeos de mais ou menos dois minutos, uma equipe de maquiadores e cabelereiros passam por 100 anos de história de um país através do rosto de uma modelo. Cada década é representada com um penteado e uma maquiagem diferente e em alguns casos são acrescentados acessórios típicos de cada região.

É muito interessante ver como ao longo das décadas o padrão de beleza de cada país muda drasticamente e, na maioria das vezes, torna-se cada vez mais parecido com o padrão ocidental e principalmente norte americano.

Nas décadas de 1910 e 1920, as mulheres do México e Filipinas traziam a cultura local em peso na maquiagem e no cabelo. Já da década de 1980 até os dias de hoje, as modelos aparecem com looks cada vez mais similares ao padrão estipulado pelos Estados Unidos.

Uma coisa interessante é que dos nove países que já foram representados na série, existe uma constante em quase todos: o batom vermelho. Um clássico presente desde o início do século e que até hoje é sinônimo de sensualidade, independente do país.

O vídeo mais forte e marcante, na minha opinião, é o da Coreia. Até os anos 1940, vemos uma mulher extremamente feminina e vaidosa. A partir dos anos 1950, a tela se divide, representando a Guerra da Coreia, que resultou na divisão do país em dois, Coreia do Norte e Coreia do Sul.

Depois dessa divisão, podemos ver a diferença gritante entre os dois países. No norte, a modelo usa pouca ou nenhuma maquiagem e o cabelo fica longe fora do rosto. Já no sul, a beleza é exagerada, com uma óbvia influência ocidental.

O mais legal do trabalho da Cut Video é que eles também publicam uma versão making of de cada vídeo, onde a pessoa responsável pela pesquisa histórica conta quais as referências usadas para produzir a modelo em cada uma das épocas. É quase uma aula de história, super interessante mesmo para quem não tem um interesse particular no mundo da beleza.

assinatura

27 de julho de 2015

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

0 Comments

  1. Responder

    Lisete

    29 de julho de 2015

    Luísa, adorei a matéria, louca para assistir todos os vídeos. bjs

Deixe uma resposta