Adele: um post de apreciação

Na última semana a notícia de que a cantora britânica Adele está trabalhando no seu novo álbum tomou conta da mídia (a de que ela teria emagrecido 30 quilos também tomou conta da mídia, mas honestamente, quem se importa?).

O boato é que o lançamento está marcado para novembro deste ano e eu dei pulinhos de alegria com a novidade.

Sou muito fã da Adele e já que essa novidade saiu, achei que seria justo fazer um post dedicado a essa mulher maravilhosa e a todas as músicas dela que me fazem mais feliz.

Eu conheci o trabalho da Adele através de Rolling In The Deep, em 2010. Acho que a maioria das pessoas aqui no Brasil conheceram ela por essa música, que foi o primeiro single do seu segundo álbum 21.

Lembro que fui comprar o cd para ouvir no carro e me apaixonei por todas as músicas, cantava com todas as forças no chuveiro e me afundava nas letras naqueles dias de tristeza e desilusão.

A voz da Adele é diferente de qualquer outra que eu já ouvi. É suave, mas ao mesmo tempo muito marcante, é aquele estilo de voz aveludada, fácil de escutar. Em todas as músicas ela consegue passar emoção de uma maneira inexplicável, é muito fácil entender o que ela estava sentindo quando escreveu aquelas letras, o sentimento passa da voz pra o ouvinte.

As músicas tem uma pegada meio gospel, R&B e blues que eu amo. O estilo dela é meio retrô, tanto nas músicas, quanto nas roupas. Acho que ela mistura muito bem os elementos contemporâneos com esse toque vintage.

Eu adoro as músicas mais calminhas, meio acústicas, que não tem muitos instrumentos e deixam a voz bem em evidência. Crazy For You é do primeiro álbum, 19, e é uma das minhas preferidas.

Make You Feel My Love é uma das poucas que a Adele não compôs. A música original é do Bob Dylan e também faz parte do primeiro álbum. Essa é aquela música pra sentar num cantinho e chorar enquanto chove na rua. Ou seja, meu tipo de música.

Saindo um pouco da deprê, My Same também entra na minha lista de melhores músicas. Ela tem uma batida mais animada e, ao contrário da maioria das músicas da Adele que falam sobre relacionamentos amorosos, My Same foi escrita para a sua melhor amiga Laura. Ela fala sobre como as duas são totalmente opostas, mas que apesar disso existe uma amizade entre elas.

O vídeo que eu escolhi para essa música faz parte do show no Royal Albert Hall, um dos poucos dvds de música que eu tenho em casa e que é sensacional, recomendo ver nem que seja no YouTube,

Take It All é uma das mais emocionantes pra mim. Ela também segue o estilo quase a capella, só com o acompanhamento do piano. A maneira como Adele canta nessa música, junto com uma letra extremamente forte, mexe muito comigo. Acho que isso é o que faz um bom artista, o seu trabalho tem que mexer com o público de alguma maneira, seja deixando feliz, animado, triste ou pensativo.

Estou louca pra ouvir o novo álbum da Adele, tenho certeza que vai ser tão maravilhoso e genial quanto 19 e 21. Aproveito para deixar aqui meu pedido: ADELE, VEM PRO BRASIL <3

assinatura

6 de setembro de 2015

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

Deixe uma resposta