Estrelas de Dezembro // 2015

serie

htgawm

Grey’s Anatomy é o amor da minha vida. Por isso, quando vi que tinha How To Get Away With Murder no Netflix, série que é produzida pela Shonda Rhimes, a mente brilhante por trás de Grey’s e Scandal, resolvi dar uma chance. Melhor decisão da minha vida.

Eu não sabia nada sobre a série quando comecei a ver, por isso não vou falar muito sobre o enredo, acho legal encarar uma história sem saber nada de vez em quando. O que posso dizer é que a personagem principal, Annalise Keating, interpretada pela maravilhosa Viola Davis, é uma advogada de defesa daquelas que não perde nenhum caso.

Ela também é professora na faculdade de direito e escolhe cinco dos alunos para trabalhar com ela no seu escritório atendendo os clientes. A partir daí a história se desenrola e o roteiro dessa série é simplesmente genial.

A primeira temporada tem 13 episódios e eu vi todos em menos de 48 horas. Eu senti como se estivesse vendo um filme e não conseguia parar de ver, precisava saber o que ia acontecer. A segunda temporada está acontecendo agora nos EUA, provavelmente vai entrar no Netflix quando acabar. Eu fiquei tão enlouquecia com essa série que convenci todas as minhas amigas a verem e agora estão todas viciadas. Agora pretendo viciar todos que lerem isso também.

filme

star wars

Preciso confessar uma coisa: até esse ano, eu nunca tinha assistido a nenhum filme da saga Star Wars. Um pecado, eu sei. Minha mãe, ao contrário, gostava dos filmes e tinha visto todos, por isso quando começaram a vender os ingressos para o episódio VII ela foi logo comprar dois lugares para nós no dia da estreia.

Eu tinha uma missão: ver todos os seis filmes antes da estreia. Acabei vendo todos em uma semana e, como era de se esperar, achei os episódios I, II e III bem mais ou menos, e gostei da trilogia original.

Como eu não era fã dos filmes, ao contrário de muita gente que viu O Despertar da Força esse mês, entrei no cinema com a mente aberta e acabei AMANDO o filme. Me pegou de surpresa, não achei que fosse gostar tanto, mas achei o roteiro muito divertido e bem escrito, sem nenhum momento chato. O filme é longo, mas não senti o tempo se arrastar em nenhum tempo. Gosto muito do J.J. Abrams e acho que ele fez um ótimo trabalho renovando a franquia tanto pra os fãs antigos, como para uma nova geração de espectadores, como eu, que vão querer acompanhar a nova trilogia.

Além de tudo, o filme trás uma protagonista mulher totalmente incrível e bad ass, quer coisa melhor?

maquiagem

batom

Essa época de festas de fim de ano pede um batom vermelho e acho que finalmente encontrei o meu vermelhão perfeito. Eu já tinha um mais puxado pro laranja e outros mais escuros, mas faltava aquele tom bem tradicional na minha coleção.

Eu ganhei esse de aniversário, é o Vermescudo da coleção Helena Morena para a Quem Disse, Berenice?. Ele faz parte de uma coleção especial da marca, mas acho que ainda dá pra encontrar nas lojas. É um batom mate, mas é bem cremoso, o que é ótimo e facilita a aplicação. Pra fazer a cor durar mais durante jantares e festas, o segredo é usar um lápis de boca vermelho por baixo, mas preenchendo a boca toda, não só o contorno.

decor 2

parede

Dezembro foi mês de reforma no meu quarto e eu finalmente tirei o verdão que já me acompanhava há anos. Resolvi pintar de branco porque gosto de colocar coisas nas paredes, tipo quadros e prateleiras cheias de coisinhas. Eu tinha vários quadros e pôsteres que eu fui trazendo de todas as viagens que eu já fiz ou que ganhei de amigos e queria fazer uma parede tipo galeria no quarto.

Pra facilitar a minha vida, e também pra deixar a composição um pouco diferente, prendi alguns pôsteres e cartões-postais com aqueles clips de escritório. Eles são super baratos, mas ficam bem bonitos na parede, misturados com as molduras tradicionais.

parede 2

assinatura

3 de janeiro de 2016

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

Deixe uma resposta