Os 10 anos de High School Musical

filmes

Eu tinha planejado outro post pra hoje, mas quando me dei conta que ontem era o aniversário de 10 anos de High School Musical, me senti na obrigação de dizer algumas palavras sobre a ocasião.

Eu lembro direitinho do dia em que HSM estreou aqui no Brasil, minha mãe tinha visto a propaganda do filme no Disney Channel e achou que eu ia gostar. E como ela estava certa. Desde o primeiro verso de Start Of Something New eu já estava viciada.

Naquela época eu não sabia, mas era ali que começava meu amor por musicais, esse mundo tão incrível que eu nunca tinha ouvido falar.

Acho que é seguro dizer que High School Musical marcou a minha geração. Lembro que naquele ano todos os meus colegas ganharam de Natal o DVD ou CD da com a trilha sonora.

Assim com Rebelde, que ganhou os coração de milhares de pessoas por volta da mesma época, HSM foi muito mais do que um filme. Essa produção original do Disney Channel acabou ganhando proporções absurdas.

Teve duas sequências, foi o primeiro e único filme de televisão a ganhar uma adaptação para o cinema, teve o álbum mais vendido do ano nos Estados Unidos e ganhou até uma turnê mundial que passou por São Paulo (até hoje eu não superei o fato de que não pude ir naquele show).

HSM foi uma parte enorme da minha infância. Foi a primeira vez que eu realmente fui fã de alguém, tive todos os filmes, com todas as edições estendidas, tentei completar o álbum de figurinhas, tive um pôster de cada personagem na minha parede e sabia cada palavra e cada coreografia de todas as músicas. Eu sonhava em ser a Gabriella, cantar em um musical do colégio e mostrar meu talento pro mundo (desde então já abandonei minha carreira de cantora).

Vi o filme de novo hoje, em homenagem ao aniversário, e fiquei tão feliz quanto a Luísa de 2006 ficou. Sim, ele é bobinho, a atuação é duvidosa, mas ele representa uma parte muito legal da minha infância/adolescência e é sempre bom reviver esse momentos, admito que adoro uma nostalgia.

É estranho pensar que já se passaram 10 anos, que aquela pirralha que tentavam aprender a coreografia de We’re All In This Together agora tá se formando na faculdade. O tempo passa muito rápido e parte de mim não quer abrir mão dessa infância ainda. Acho que agora vou começar a ver HSM todo ano, pra não deixar a fangirl dentro de mim morrer.

assinatura

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

Deixe uma resposta