A anatomia do trench coat

Algumas peças simplesmente nunca saem de moda. Não consigo me lembrar de algum inverno em que eu não encontrei trench coats nas araras de praticamente todas as lojas. Seja o clássico caramelo ou com alguma estampa divertida, é só esfriar um pouco que eles sempre voltam – e não estou reclamando.

burberry campanha

Os casacos estilo trench coat são um clássico, aquela peça atemporal e democrática, que fica bem em qualquer pessoa e que pode ser usado em praticamente qualquer look.

Eu amo esse modelo de casaco, tenho dois no meu armário. Não só porque acho ele lindo e super elegante, mas porque adoro a história por trás dessa peça – já deu pra entender que eu vou falar sobre a história do trench, né.

Como muita gente sabe, os trench coats ganharam sua fama nas mãos da marca inglesa Burberry (apesar de existir uma certa briga entre eles e a Aquascutum para definir quem realmente criou o casaco).

O modelo foi desenvolvido para ser usado como um uniforme militar durante a Primeira Guerra Mundial. Cada detalhe do desenho foi pensado e produzido para facilitar a atuação dos soldados nas trincheiras (daí o nome trench coat), e quase todos esses aspectos permanecem nos modelos que vemos nas lojas por aí.

soldado

Em 1879, Thomas Burberry desenvolveu um tecido chamado gabardina. O tecido era bastante resistente e, mais importante, impermeável, perfeito para usar na chuva.

detalhes trench

Todos os detalhes do design original do trench coat têm uma finalidade. Começando por cima, as tiras presas com botões em cima dos ombros são as dragonas, detalhe encontrado em vários tipos de uniformes, que normalmente serviam para indicar o cargo militar. No caso dos trenchs, também serviam para prender itens como luvas ou apitos.

A aba no ombro, normalmente do lado direito, servia como um reforço para apoiar as armas durante as batalhas. Já a aba na parte das costas, presa com um botão, serve para proteger da chuva, fazendo a água escorrer até o chão.

A cintura e os pulsos vinham com cintos de fivela, para fechar bem e impedir que o frio entrasse. Na parte de trás, a abertura na parte inferior dá mais liberdade e facilitava os movimentos quando os soldados precisavam andar a cavalo.

Como aconteceu com muitas outras peças clássicas, quem trouxe os trench coats dos campos de batalha para o dia a dia foi o cinema. Audrey Hepburn, Greta Garbo e Brigitte Bardot foram algumas das estrelas que ajudaram a popularizar o casaco.

audrey brigitte

A praticidade e o conforto do trench coat ajudaram a torná-lo uma peça clássica e quase necessária em qualquer guarda-roupa. Eles podem ser usados em looks casuais ou em produções de festa e, de quebra, entram na tendência genderless, pois não pode se dizer que ele é uma peça feminina ou masculina.

trench montagem

Moral da história: se você ainda não tem um, dá uma olhada nas lojas por aí, é uma peça curinga sensacional e com certeza vai melhorar seus look de inverno.

assinatura

8 de Maio de 2016

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

4 Comments

  1. Responder

    Lisete

    5 de Maio de 2016

    Preciso comprar um urgente!!! 🙂

  2. Responder

    Pati

    5 de Maio de 2016

    Dona Lisete, acho que a senhora já tem um! 🙂 Adorei Luísa!! Assim como amei o trench coat que tu vestiu domingo! <3

    • Responder

      Lisete

      5 de Maio de 2016

      Pati, não tenho mais, então mereço um novinho bem lindo!!!

  3. Responder

    Leandro

    5 de Maio de 2016

    Lisete que me ensinou que o meu casaco preferido é um trench coat.

Deixe uma resposta