Por que a Karlie Kloss é a modelo mais legal atualmente

karlie kloss

Na era das redes sociais, do aqui e agora, uma modelo não pode ser apenas bonitinha, desfilar e fotografar bem. A presença nas redes sociais e a interação com o público virou essencial e ter projetos paralelos é uma necessidade para se manter relevante na indústria.

Dessa nova leva de it-girls que dominam o Instagram, eu diria que a americana Karlie Kloss é a que faz o melhor trabalho. Vou explicar o por quê:

> Ela é youtuber

Além de todas as outras redes sociais que já tinha, no ano passado a Karlie criou seu próprio canal no YouTube. Lá ela posta vídeos de perguntas e respostas, vlogs das suas viagens ao redor do mundo ou do backstage das fashion weeks, entrevistas com outras mulheres influentes e até vídeos de receitas.

Em uma entrevista para a CNN ela explicou que sentia que quando fazia vídeos para marcas ou outros veículos, ela acabava perdendo o controle e o poder sobre aquilo que produzia. Assim ela recupera o controle sobre o conteúdo que produz e que compartilha, e também se aproxima dos seus seguidores de uma maneira bem mais íntima – muito esperta, Klossy.

karlie kloss street style

> Ela é uma estudante

No início de 2015, Karlie começou a estudar na New York University, o que surpreendeu muita gente, já que normalmente modelos começam a carreira tão cedo que não tem a chance de continuar os estudos além do ensino médio.

Ela já havia falado em algumas entrevistas sobre seu interesse em ciências da computação e seu ingresso na universidade aconteceu principalmente para poder expandir seus conhecimentos em programação e criação de software – aí sim é que a galera ficou louca.

Como assim, uma mulher, jovem, bonita, modelo e rica querendo aprender programação? Pois a nossa querida Karlie não está nem aí pro que esse povo pensa e está arrasando nos estudos, mesmo com uma agenda mega apertada e viagens constantes.

“Não interessa de você quer trabalhar com moda ou abrir uma empresa. Com a habilidade de programar você consegue resolver problemas de uma maneira muito poderosa. Todas as indústrias estão sendo afetadas pela tecnologia e você pode se adaptar ou ficar para trás.” – Fonte: Elle UK

E tem mais.

> Ela é empreendedora

Esse tipo de preconceito e julgamento que caiu em cima da Karlie, infelizmente, acontece com muitas meninas que pensam em entrar para a área da computação e das ciências.

Foi por isso que ela criou o projeto Kode With Klossy, que oferece bolsas de estudos para que meninas possam ter a oportunidade de aprender mais sobre programação e computação.

As bolsas dão direito a um curso de duas semanas na Flatiron School, em Nova York. O programa começou essa semana, com 20 meninas selecionadas através de um concurso. Quem quiser saber mais sobre o programa e ver o que elas fazem lá pode adicionar a Karlie no Snapchat, ela tem postado várias coisas lá! >>> karliekloss

assinatura

26 de junho de 2016

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

Deixe uma resposta