A evolução da jardineira

jardineira will smith

jardineira look do dia

Macacão, jardineira, overalls: alguns amam outros odeiam. A verdade é que aquela maravilha jeans inteirona que as fashionistas decidiram reviver nos últimos anos nem sempre foi tão cool quanto é hoje.

A história da jardineira, como muitas outras peças clássicas, começou com uma aura muito mais funcional e foi ganhando seu status de peça desejo ao longo das décadas.

> A era funcional

jardineira fazendeiros

O modelo tradicional da jardineira, feita com jeans azul, suspensórios e vários bolsos, se popularizou no final do século 19 por ninguém menos que Levi Staruss – sim, o cara que criou a Levi’s. Fazendeiros americanos adotaram a jardineira como roupa de trabalho, pois protegia o corpo e os bolsos facilitavam o manuseio de instrumentos.

Naquela época eles não eram tão moderninhos como hoje (obviamente). A silhueta era bem mais larga, para deixar os movimentos mais livres. Pintores, mecânicos e outros trabalhadores, principalmente aqueles que trabalhavam em fábricas, também adotaram o macacão como uniforme, em alguns casos feitos com materiais ou cores diferentes.

jardineira fazendeiros

> A popularização do jeans

jardineira anos 70

Como já ouvimos falar muito, o jeans ganhou força nas décadas de 50 e 60, e as nossas queridas jardineiras foram nessa onda. Elas começaram a ser produzidas em novas cores e em materiais mais leves.

Nos anos 70 elas ganharam ainda mais espaço, empurradas principalmente pela cultura hippie. Ela ajudava a compor o visual despojado da época e passou a compor o guarda-roupa junto com as calças jeans.

jardineira anos 70

Pelo lado mais político, na década de 60 os macacões jeans também tiveram um papel importante dentro do movimento de Direitos Civis nos Estados Unidos. Membros do Comitê Não Violento de Coordenação Estudantil vestiam as jardineiras com camisas brancas em apoio aos fazendeiros do Sul do país.

jardineira anos 70

> A era de ouro das jardineiras

jardineira will smith

Apesar de ter tido um impacto em todos esses momentos da história, eu diria que a era de ouro das jardineiras foi com certeza durante anos 90. É quase impossível não pensar nessa época sem visualizar Will Smith e seu macacão jeans claro + camisas com estampas duvidosas em Um Maluco no Pedaço.

A peça fez seu nome dentro da cena hip hop americana da época. Era raro achar algum artista que não desfilasse com seu macacão por aí – às vezes personalizado, com cores inusitadas e quase sempre com uma alça solta (sinônimo de cool).

Artistas como TLC e Tupac levaram a jardineira ao auge da sua existência. A dupla Kriss Kross chegou a usar a sua ao contrário.

jardineira tlc kriss kross

jardineira tupac

E não foi só na música que o macacão marcou presença. A eterna Rachel Green, de Friends, arrasava com suas jardineiras em vários episódios da série, com aquele estilo clássico dos anos 90 que a gente tanta ama, mas nem sempre admite – o legado da Jennifer Aniston não foi só o cabelo.

jardineira rachel friends

> a jardineira 2.0

Mas como a gente já sabe, os anos 90 voltaram com força total nas últimas temporadas, trazendo para as araras os tops cropped, as chokers e, claro, as jardineiras.

Diferente das décadas anteriores, em 2016 a jardineira vive sua fase mais versátil. Ela pode entrar na tendência esportiva e ser combinada com tênis e uma bomber num look mega casual. Do outro lado da moeda, com uma lavagem mais escura ela pode compor um look de festa, junto com um saltão e um blazer.

jardineira look como usar

Existem várias opções de lavagens, tecidos, cores e estilos para as jardineiras hoje, existe uma para agradar todo mundo.

Ela segue prática e funcional como era lá no início, mas hoje se desdobra em vários estilos, está mais madura, cresceu e agora é mulher – como foi que isso aqui virou uma música da Sandy & Júnior?

assinatura

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

2 Comments

  1. Responder

    Sinara Pereira

    25 de agosto de 2016

    Luisa, saudades !!!!! Muito bom teu texto sobre a jardineira…além de cultural, serviu de inspiração para montar meu look de amanhã, sexta-feira !!!!!!! Grande beijo e muito sucesso em Sampa. Sinara Pereira

    • Responder

      Luísa Dal Mas

      25 de agosto de 2016

      Oi Sinara! Que bom que tu gostou! Tenho certeza que o look vai ficar lindo 🙂 hahhahaa beeijos, muito obrigada <3

Deixe uma resposta