Eu abri meu coração para o comprimento midi – e foi lindo

Por mais que eu ame o mundo da moda e dedique grande parte do meu tempo para falar e pensar sobre roupas, acessórios e tendências, não posso negar que ele tem suas falhas. Uma delas é a famosa cagação de regras (me perdoem o termo).

Grande parte da minha pré-adolescência foi preenchida por páginas da Capricho, a minha bíblia pessoal, onde diversas “regras fashion” eram publicadas, inúmeros guias de “como vestir o corpo tipo pêra” e todos aqueles outros papos de fruta que não faziam muito sentido.

E vamos deixar claro que isso não é um ataque à Capricho (devo muito àquela revistinha). Isso era um problema de todas as revistas femininas, e a própria moda em geral, por muitos anos. Saber o que usar e o que não usar, como usar e como não usar era essencial.

Naturalmente, eu, lá no auge dos meus 13 anos, fui influenciada por essas regras. Eu não sou uma pessoa alta (tenho 1,60) e sempre odiei usar salto. A soma desses dois fatores resultava em uma máxima: comprimento midi não é pra mim.

saia midi

Eu pensava que ia parecer uma anã, que ficaria gorda, que simplesmente era um comprimento que não me favorecia. Que grande bobagem.

Para a nossa sorte e alegria infinita, a moda está mudando e a maneira como nós nos relacionamos com as roupas está mudando. A mídia de moda está começando a entender que não é papel deles impor regras às leitoras. Do outro lado, nós consumidoras estamos entendendo que não existem limites na moda, só aqueles que nós mesmas criamos.

E foi aí, quando eu tive esse insight, que eu resolvi me entregar às saias midi. E gente, foi maravilhoso.

saia midi

Fazia tempo que um pedaço de tecido não me deixava tão feliz. Quando comprei a primeira saia me senti maravilhosa. Quando comprei a segunda, com estampa de flores, estava pronta pra sair saltitando pelos campos floridos da Holanda. Quando comprei o macacão midi, me senti a Camila Coutinho.

Moral da história? A única regra que importa na moda é: use o que te faz feliz. O que faz você se sentir linda.

Gosta de usar salto todos os dias? Arrasa.

Ama sair por aí de moletom, bem confortável? Só vai.

Quer usar um look de alfaiataria hoje, e amanhã sair de casa igual à Elle Brooks, de Legalmente Loira? Acho ótimo.

Bora ser felizes com as roupas que nos fazem felizes? Então tá.

saia midi

assinatura

Luísa Dal Mas

Jornalista, criativa, estressada, meio louca e apaixonada por moda e história. Tentando colocar um pouco de pó mágico nas coisas do dia a dia.

1 Comment

  1. Responder

    Lisete

    2 de novembro de 2016

    Luísa, arrasou como sempre!!!!! 😍

Deixe uma resposta